Tuyo mostra beleza, simplicidade e amor em canções folk no EP ‘Pra Doer’



Original de Curitiba, no Paraná, o Tuyo é uma daquelas novidades da música que chegam para proporcionar um quentinho no coração com músicas que falam de amor, beleza e simplicidade. Bebendo da fonte do folk, R&B e trap, o trio formado por Lio, Lay e Machado, destila por meio de uma produção sofisticada e sintética a essência da catarse em letras intensas e reflexivas.

O primeiro trabalho do grupo, o EP ‘Pra Doer’, é a primeira parte do processo de purificação. Composto por quatro faixas, o registro caminha por influências diversas, de Xênia França à Laura Mvula. Da produção exuberante vive o Tuyo e isso fica evidente em “Conselho do Bom Senso”, faixa que abre o disco e que expõe de forma honesta e transparente a vontade de não repetir o mesmo erro – encontrando na privação e fechamento o alento que necessita.



“Candura” é uma balada sentimental composta por violões e uma percussão arrebatadora, cantada por vocais delicados e distantes. Aqui o amor não precisa ser reprimido, por mais que talvez não seja correspondido. Uma das primeiras faixas do grupo, “Solamento”, mantém a mesma aura melancólica e ressentida. “Eu posso ver o que tem dentro de você e te dizer o que existe em mim e te amar de um jeito infinito. Mas nada disso vai fazer você me olhar. Mas nada disso vai fazer você se apaixonar por mim”, canta.

A última canção do EP, “Amadurece e Apodrece”, destila a razão desse relacionamento como se compreendesse o fim. Flertando com o pop e R&B, a produção carrega o peso de um single em potencial capaz de despertar o ouvinte para o universo do Tuyo.



O videoclipe da música foi dirigido por Leticiah Futata em Curitiba, a coreografia é assinada por Milena Stemberg e traz mais de dez pessoas dançando a faixa de maneira simples, bela e intensa.

Ouça o EP ‘Pra Doer’:



Recentemente, o Tuyo lançou a faixa “Baile Raro”, uma colaboração com Kel e que flerta diretamente com o eletrônico de ritmos latinos, cantado essencialmente em espanhol. A produção é uma peça para as pistas de dança com traços do grupo curitibano, mas que não estará no disco de estreia – intitulado ‘Pra Curar’, ainda sem previsão de lançamento.

Tecnologia do Blogger.