Arctic Lake destila sensibilidade na poderosa ‘What You May Find’



Alguns anos na estrada só melhoraram a qualidade do Arctic Lake, que traz a vocalista Emma Foster como um dos pilares para a receita do bolo. É quase difícil não encontrar semelhanças com o London Grammar e, apesar de serem quase vizinhos, ainda há como diferenciá-los.

Trazendo referências nórdicas para o trabalho, a sonoridade do Arctic Lake traz produções cada vez mais robustas, quase sempre acompanhadas por guitarras e piano, geralmente contempladas por sintetizadores. Por mais que o vocal de Foster e Hannah Reid soam parecidos, devemos dar o crédito individualmente: aqui, a vocalista do Lake brinca e se diverte com notas cada vez mais afinadas.

O primeiro trabalho do ano chama-se “What You May Find”, uma poderosa composição cortejada por synths nebulosos e um piano intimista. A sofisticação na voz de Emma Foster só faz crescer a composição em um refrão que surge no fim da canção. Sem dúvida, uma boa surpresa em 2018.

Tecnologia do Blogger.