'Palm Isle': o debut exótico de Max T



Misture pop experimental - numa pegada mais eletrônica -, com melancolia e vocais indiferentes, mas na dose correta, e o resultado disso tudo é o debut EP ‘Palm Isle’, de Max Taeuschel ou apenas Max T.

Nesse debut, o novato de Montreal estreia suas experiências de forma desinibida, brincando com vocais harmoniosos e trazendo sons da natureza para dentro de suas músicas.

Além de escrever e produzir o álbum, Taeuschel mostra sua habilidade de capturar sons marcantes e reinterpretá-los de maneiras instigantes. Remodelando o material existente e o transformando em algo novo. Um dos destaques é “Terror, Bright”.



Palm Isle é um apanhado de músicas experimentais que se agarra na energia, no vislumbre e na melancolia da perda da juventude. Já a música, de mesmo nome, é sobre idealizar um lugar utópico para poder escapar.

Max T explora o ambiente sonoro de tal maneira que pode-se descrevê-lo como um shoegaze exótico.

Via hhhhappy | Noisey | MOKB
Tecnologia do Blogger.