Linn da Quebrada quebra conceitos no curta ‘blasFêmea’ para divulgar o álbum ‘Pajubá’



Desculpa família tradicional brasileira, mas vai ter bicha trans na música nacional esse ano. Pelo menos é o que pretende a cantora e compositora Linn da Quebrada ao anunciar o álbum ‘Pajubá’ em uma campanha de financiamento coletivo na internet – assim como fizeram a banda Liniker e os Caramelows com o elogiado ‘Remonta’.

Depois de divulgar a poderosa “Bicha Preta” como carro-chefe do compacto, Linn aplica a sua criatividade cinematográfica para promover o curta “blasFêmea” como parte da divulgação do single “Mulher”, canção que já ouvimos em apresentações ao vivo – inclusive com a própria Liniker.



O filme revela a violência e preconceito sofrido por trans de todo o Brasil com mensagem empoderada e de união. A obra foi roteirizada e dirigida pela própria Linn da Quebrada como uma mensagem de força e reconhecimento da “mulheridade” (termo que ela mesma cita). O resultado é um vídeo emocionante e intenso brilhantemente cortejado pela composição de “Mulher”.

Tecnologia do Blogger.