ionnalee, da criadora do iamamiwhoami, enfrenta suas inseguranças no clipe de ‘Samaritan’



A cantora e compositora sueca Jonna Lee, criadora do iamamiwhoami, inicia carreira solo após sete anos compartilhando a saga cinematográfica do projeto que lhe deu reconhecimento sob o nome de ionnalee. A nova fase não abandona uma das características marcantes do trabalho: a produção estética visual. O primeiro single chama-se “Samaritan”.



A canção é um dark pop de sintetizadores grandiosos que deixa o synthpop de lado para apresentar um material consistente e sem muitos efeitos vocais. Segundo a artista, enfrentar medos e inseguranças também faz parte do planejamento. “Eu me perguntava por que eu não tinha sido mais franco antes. Eu fiz isso de maneiras mais abstratas, mas nunca este concreto. Eu também tenho lutado com a motivação nos últimos anos (...) Então esse é outro elemento em que estou trabalhando: minhas próprias inseguranças”.

“Samaritan” é o resultado de um trabalho que vem sendo produzido há cinco anos, porém com o sucesso de iamamiwhoami, ele foi adiado inúmeras vezes. “Eu não estava sendo concreta com as minhas letras antes, como eu queria que as pessoas encontrassem a sua própria imagem de cada música, e também como eles foram liberados sob iamamiwhoami, mas agora eu posso ser pessoalmente responsável pelo material”.

O videoclipe, de pouco mais de oito minutos de duração, é uma parceria de Jonna Lee com o duo Wave e a grife Comme des Garçons para falar de uma sociedade antiga em que mulheres eram desvalorizadas e tratadas como seres endemoniados quando não seguiam o comportamento padrão da época, uma alusão ao que vemos acontecer nos dias de hoje.



Ao que tudo indica, ionnalee ainda vai proporcionar mais capítulos dessa saga cinematográfica impecável e trilha sonora incrível. Já estamos preparados para um novo disco!
Tecnologia do Blogger.