[Radar] Proveniente da Escandinávia, conheça Skott e sua energia pop viciante



Quem nunca amou um nome proveniente da Escandinávia, manifeste-se. E, caso você não tenha encontrado nenhum que tenha lhe agradado até agora (o que, particularmente, acho difícil), apresento Skott.

A jovem, que cresceu em uma comunidade de músicos no meio da floresta e só teve contato com a música contemporânea na sua adolescência, fez sua estreia em junho, através do épico single “Porcelain”.


Lembrando inicialmente gente como a australiana Owl Eyes, com seus vocais doces, Skott revelou uma faixa poderosa, com instrumentação expansiva e intimidadora, o que a fez chamar a atenção de sites como Pigeons and Planes e canais de música como Mr Suicide Sheep e Majestic Casual.

Mais que isso: a cantora rapidamente encontrou uma base de fãs para chamar de sua, e entre eles está ninguém menos que a neozelandesa Lorde.


Após a liberação do single de estreia, Skott apresentou a faixa “Wolf”, que funciona como uma espécie de b-side da anterior. A aclamação foi imediata, com suas bases eletrônicas e toques de harpa junto aos interessantes vocais da cantora. Dessa vez, quem se rendeu à promissora artista foi o site The Fader.

Atualmente, Skott divulga seu terceiro single lançado até hoje através de uma série de shows no Reino Unido, entre setembro e novembro. “Amelia” é tão grandiosa e obscura quanto as anteriores, e serve para nos deixar ainda mais ansiosos pelos vindouros trabalhos da enigmática jovem.


Saiba mais sobre Skott curtindo sua página no Facebook e ouvindo suas faixas no Spotify.
Tecnologia do Blogger.