A*M*E // PLAY THE GAME BOY


O universo de A*M*E é muito mais do que batidas pop com refrão grudento do que muitos imaginam por aí. A cantora, que nasceu no sudeste de Londres, deixa explícito suas principais influências que vão do K-Pop aos primórdios de Madonna, Michael Jackson e James Brown. Com apenas 18 anos de idade, sua ambição mais declarada é tornar-se uma das grandes estrelas da música britânica. Bom, se depender das suas músicas, talvez seu sucesso esteja com data marcada para começar. Para quem não a conhece, esta inglesinha surgiu repentinamente na internet com o vídeo da canção "City Lights" em parceria com o rapper Bartoven. Em pouco tempo, a música virou febre na blogosfera e conquistou os corações dos mais carentes por algo novo na música pop.



Sua música permeia entre o electropop, R&B e a música pop comercial, mas com um adicional interessante: A*M*E soa despretensiosa até mesmo na composição mais clichê. Talvez o anônimato explique o seu diferencial, porém queremos deixar esta discussão para outros blogs. Atualmente está em turnê ao lado de Jessie J e JLS e recentemente trabalhou com Naughty Boy (que já produziu Emeli Sandé e Leona Lewis) em uma canção chamada "Find A Boy". Agora, depois de assinar um contrato com a Future Records e consequentemente com a Universal, ela lança o que chama de um verdadeiro single de estréia - a dançante "Play The Game Boy".

Fazendo jus às suas referências no K-Pop, o single traz a remistura de estilos para a produção de Norway's Electric e para o clipe dirigido por Patrick Killingbeck. Soando como uma música dos anos 90, "Play The Game Boy" oscila entre o ritmo caribenho até as mais atuais batidas da música eletrônica. Trazendo logo na introdução a vibe da disco à tona, a cantora faz um excelente retorno ironizando o lado lúdico do pop onde adultos fingem ser adolescentes para falar de situações amorosas. O clipe é divertido, colorido e traz a moça em uma versão negra da boneca Barbie revelando o lado mais glamuroso do seu trabalho.

Tecnologia do Blogger.