BMW JAZZ FESTIVAL


Foram anunciadas nesta terça-feira as atrações da segunda edição do BMW Jazz Festival, que traz ao Brasil revelações e músicos consagrados do jazzO evento , que será realizado em São Paulo e no Rio de Janeiro, tem este ano na grade de shows os artistas  Corea, Clarke & White; Maceo Parker com Fred Wesley & Pee Wee Ellis; Charles Lloyd; The Clayton Brothers; Trombone Shorty & Orleans Avenue; Ambrose Akinmusire; Nintey Miles; Darcy James Argue’s Secret Society; e Toninho Ferragutti e Bebê Kramer.

Na edição de 2012, o festival aparece com mudanças. No Rio de Janeiro o ponto das apresentações continua sendo o Teatro Oi Casa Grande, mas agora serão três dias de evento, de 11 a 13 de junho (um a mais do que em 2011), e com seis atrações ao invés de quatro. Já em São Paulo o BMW Jazz Festival deixa de ser realizado no Auditório Ibirapuera e se transfere para o Via Funchal, entre os dias 8 e 10 de junho. No entanto, no último o dia, o shows do Maceo Parker e do The Clayton Brothers serão ao ar livre, no  Parque Ibirapuera. Segundo a produtora do evento, Monique Gardenberg,  a mudança em SP só trará benefícios ao público“A mudança de local em São Paulo visa atender a grande demanda de público do ano passado, quando os ingressos se esgotaram em poucas horas. Agora teremos à venda aproximadamente 2.200 ingressos por dia, contra 500 da última edição”, explica.

Atrações

O pianista Chick Corea é grande, acumula no currículo 16 Grammys. Ele vem ao Brasil acompanhado de outros dois gigantes, o baixista Stanley Clarke e o baterista Lenny White. Já o funk americano será representado por Maceo ParkerFred Wesley & Pee Wee Ellis, trio de metais do The JB’s, lendária banda que acompanhava o rei do soul James Brown nos anos 70. Charles LLoyd, um dos primeiros artistas do jazz a vender mais de um milhão de discos, se apresenta com o seu novo quarteto, considerado por alguns o melhor de sua trajetória, composto por Jason Moran (piano), Reuben Rogers (baixo) e Eric Harland (bateria).

Chick Corea - 16 Grammys guardados em casa.

Seguindo as datas do festival, o quinteto The Clayton Brothers mostra canções de seus últimos dois discos, Brother to Brother e The New Song and Dance, ambos indicados ao Grammy de Melhor Album de Jazz. Depois o maestro e compositor Darcy James Argue apresenta o projeto Secret Societybig band de 18 membros. O ritmo latino é responsabilidade de Ninety Miles, um projeto interessante que reúne uma variedade de artistas que mergulham no universo da música cubana, desfilando uma fusão de ritmos caribenhos com o jazz. A parte mais jovem responde por Trombone Shorty & Orleans Avenue, grupo que mistura jazz com o pop; e Ambrose Akinmusire, trompetista que segue fazendo nome entre as novas gerações. Já  Toninho Ferragutti e Bebê Kramer são os instrumentistas que representam o Brasil no festival. A apresentação do duo traz deve contar com diversos convidados ao palco.

Ninet Miles - projeto que une a música cubana ao jazz

Workshops

Além dos shows, O BMW Jazz Festival oferece workshops gratuitos, com a proposta de estimular o estudo profundo do jazz. Serão seis oficinas  na EMESP (Escola de Música do Estado de São Paulo) comandadas por Chick CoreaLenny WhiteStanley ClarkeCharles Lloyd,Christian Scott (Ninety Miles) e Trombone Shorty (acompanhado do baterista de sua banda Joey Peebles). 

Trombone Shorty & Orleans Avenue - músicos jovens que misturam o pop ao jazz

De acordo com Mariana Romero, da assessoria do BMW Festival, os pontos de venda e preços dos ingressos serão revelados nas próximas semanas.

Para mais informações acesse: http://www.bmwjazzfestival.com/



* Postagem feita por Diego Drush, jornalista, mora em São Paulo e adora coisas ligadas à arte, música e comportamento. Colabora esporadicamente com novidades da música sem rótulos e firulas.
Tecnologia do Blogger.