LANA DEL REY » BORN TO DIE


Lana Del Rey não soou fácil aos meus ouvidos em seus dois primeiros singles, "Video Games" e "Blue Jeans", mas continuei acompanhando sua trajetória desde o disco homônimo lançado no ano passado quando ainda se apresentava com seu verdadeiro nome, Elizabeth Grant. Apesar de reconhecer o seu talento, infelizmente suas primeiras canções não me cativaram ao ponto de incluí-la na minha lista de apostas para o próximo ano. Eis que na reta final do ano, Lana atinge com um tiro certeiro em uma produção digna de um grandioso single como é "Born to Die", canção que marca o anúncio do álbum de mesmo nome a ser lançado no final de janeiro.


"Born to Die" carrega uma mensagem de amor e morte nas entrelinhas, talvez uma canção que Adele nunca escreveria. Aliás, a norte-americana foi chamada por alguns tablóides como uma "anti-Adele" devido às suas composições carregadas de melancolia, positivismo e como disseram antes, sua facilidade de amar incondicionalmente. Sua produção é carregada e poderosa - com a presença de violinos, percussão e algumas instrumentações delicadas que fazem da música algo simples, mas muito bonito. Uma das qualidades inegáveis de Lana é a sua facilidade de compôr sobre seus sentimentos e este novo single exemplifica muito bem a nossa admiração pela cantora: "Não me deixe triste, não me faça chorar. Algumas vezes o amor não é o bastante quando a estrada fica difícil. Não sei porque, continue me fazendo sorrir".


O vídeo produzido por Yoann Lemoine (que já trabalhou nos vídeos do The Shoes, Katy Perry e no seu projeto Woodkid) se encaixa muito bem com a canção. Lana e o namorado viajam de carro por uma estrada escura e sombria, não bastasse todo o toque de delicadeza da canção, algo inesperado e trágico acontece durante o trajeto. Marcado pela belíssima fotografia de vídeo (muito diferente das produções caseiras de "Video Games" e "Blue Jeans"), o novo single da moça é, sem dúvidas, um dos mais interessantes deste ano.

Recentemente em uma de suas apresentações, Lana apresentou "Born to Die" de uma forma única e incrível. Digna de uma cantora com uma carreira consolidada, o que nos revela toda sua habilidade com o público e com suas performances ao vivo.

Born to Die, disco de estréia como Lana Del Rey, será lançado no dia 30 de janeiro pela Polydor.

Tecnologia do Blogger.