LIGHTS » TOES / EVERYBODY BREAK A GLASS


A junção do electro com a música pop deu tão certo que artistas como Little Boots, La Roux e Ellie Goulding conquistaram fãs sedentos por algo novo no mainstream musical, onde o que prevalecia eram os hits comerciais de Lady Gaga e afins. Não estou fazendo nenhuma comparação, mas elas surgiram em uma época em que o pop sofria modificações e alcançaram degrais significativos com apenas um disco lançado. Com Lights não foi diferente, suas músicas ecoam de forma positiva e resultou em vários prêmios e trilha sonora de filmes e séries.

Nascida no Canadá como Valerie Anne, é compositora e escreveu músicas para diversos artistas. Começou com vídeos amadores no Youtube divulgando sua habilidade vocal, porém só com um contrato pela Sony/ATV Music que ficou conhecida. Seu disco de estréia intitulado The Listener foi lançado em 2009 destacando os ótimos singles "Saviour", "The Listening", "Ice" e "Second Go". Aliás, no seu currículo podemos destacar uma turnê com o Keane e os prêmios Juno Awards na categoria Artista Revelação (2009) e Melhor Álbum Pop do Ano (2010).

Siberia, disco pronto para ser lançado, ganhou o primeiro single intitulado "Toes" - canção sobre um novo amor na qual diz estar admirada. Sob uma intro à lá Ellie Goulding e batidas eletrônicas feitas por Holy Fuck, a faixa se destaca pela ótima performance em estúdio já vista antes. Impossível não se envolver com a atmosfera dançante, uma perfeita trilha para a noite, uma excelente canção pop que merece ser reconhecida por todos.


Siberia também guarda uma outra canção, "Everybody Break A Glass", com potencial para ser um próximo single. Lançada em Julho como prévia do álbum, a faixa conta com a colaboração vocal de Shad e a produção, mais uma vez, de Holy Fuck. Com uma mensagem reflexiva sobre todos sermos iguais com os mesmos defeitos, independente de raça, cor ou opção sexual. Ela deixa bem claro que a perfeição existe, porém não é para nenhum de nós e não classifica ninguém pelo tanto de dinheiro que tem ou pelo medo/coragem de tomar decisões sobre a vida.

Os elementos eletrônicos tomam conta dos vocais raivosos e, algumas vezes, calmos em um dupstep pesado. Destaque da música (e do disco todo) é a presença do rapper, dando um up na canção e no disco, falando sobre medo e drogas.


De longe, Siberia é o melhor álbum pop dentro do underground, porém falta muito pouco para que sua música seja admirada por todos. O disco será lançado no dia 4 de Outubro via Universal Music.

Tecnologia do Blogger.